Total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de março de 2011

Pessach – A verdadeira páscoa!



1.Coríntios 5:7-8 – “Alimpai-vos, pois, do fermento velho [hipocrisia, maldade, corrupção, pecado, ignorância culposa], para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa Páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade”.


É interessante vermos como a páscoa é celebrada de maneira errônea por muitas denominações. Inúmeras são as pessoas que mesmo dentro da igreja, ainda praticam rituais pagãos os quais são abomináveis ao Senhor, esquecendo ou nunca aprendendo sobre a verdadeira páscoa!


Ovos de chocolate! Coelhos! Tradições pagãs que são praticadas dentro das famílias cristãs e o que é ainda pior: Dentro das próprias igrejas!

Fico surpreso quando vejo professoras da escola dominical ou do departamento infantil criando folhinhas sobre coelhinhos e ovinhos de chocolates intitulados ovos de páscoa os quais são entregues as crianças que inocentemente colorem seus desenhos e comem seus chocolates!

Isso tudo e mais um pouco acontece porque não olham para a verdadeira páscoa, o PESSACH! Onde o centro da páscoa é a recordação do sofrimento do povo israelita na escravidão do Egito, a libertação do mesmo por D’us através de Moisés e a simbologia maior dela, a saber, tudo aponta para Yeshua! Se parássemos para celebrar a páscoa olhando para trás vendo de onde fomos resgatados pelo Senhor e celebrássemos a nova vida na liberdade do Espírito Santo, seriamos verdadeiros cristãos onde o que reina em nós é a SANTIDADE!

Mas hoje vemos uma páscoa corrompida pelo secularismo e paganismo onde não há nela a verdadeira alegria que lhe é peculiar! A alegria da SALVAÇÂO! Não uma alegria de sabores passageiros, de chocolates e de coelhos! Mas da lembrança da amarga vida que tínhamos sendo transformada em uma vida cheia da presença do Senhor até que sejamos conduzidos a TERRA PROMETIDA!

Estamos a pouco mais de um mês da Páscoa, segundo o calendário Bíblico, não o romano, não o que impera na igreja hoje, mas o calendário de D’us, que é o calendário bíblico! Que venhamos a celebrar, não com o fermento do pecado mas com os ázimos da santidade!

Chag pessach sameach!
Feliz Páscoa! 

Shalom

Everson Tavares, diácono! 












Nenhum comentário:

Postar um comentário