Total de visualizações de página

domingo, 6 de março de 2011

Decisões, Sacrifícios ao Senhor


Nestes últimos dias tenho experimentado um mover de D’us em minha vida de uma forma diferente. Consigo afirmar que no dia 14 de janeiro deste ano eu tive um encontro com Ele. Da forma mais amável, através do seu Espírito eu fui convido ao arrependimento e à 1:00 da manhã, então madrugada de quinta-feira entre dores de arrependimento e num espírito de revolta, não contra D’us, mas digo de um sentimento tão profundo e angustiante em que eu estava envolto, eu tomei um decisão e falei ao Senhor: “Fui chamado para ser santo. E não aceito viver sem santidade em minha vida. Santifica-me, Eterno. Santifica-me, eu peço!”
Acredito que tenha sido a segunda oração mais sincera que já tivera feito em toda a minha vida. E o melhor, Ele ouviu minha oração, e a respondeu de forma PODEROSA!
Comecei a sentir dentro de mim um desejo tão forte de estar na presença d’Ele novamente. Estar no altar, em hebraico chamado de mizbeach - xbzm. Palavra esta que tem em sua raíz a palavra xbz zabach, que tem em um de seus significados os termos: Sacrificar ou Oferecer sacrifício. Então, algo realmente nasceu dentro de mim, algo que durou 12 anos de gestação. Eu aprendi a me oferecer realmente como sacrifício no altar do Senhor. Como diria Paulo, Rabino e Apóstolo em uma de suas cartas: “... Oferecendo-se como sacrifício vivo e racional ao Senhor...”
Isto mesmo, estar na presença d’Ele é estar n’Ele em forma de sacrifício. Mas não um sacrifício sem entendimento, sem raciocínio, NÃO! Antes um sacrifício racional, onde eu tenho total consciência de meus atos e vontades. Onde eu sei o que fazer porque o Espírito me diz o que fazer e eu o faço porque tomo a decisão de fazer. O ato de decidir se torna: De si dê, uma brincadeira com a palavra DECIDIR, mas que tem um profundo efeito significativo.
Vejamos. Yeshua nos ensinou através de suas palavras e ações o valoroso ato de se doar ao próximo vendo neste próximo um ser significante de igual ou maior valor que nós mesmos. Um conceito um tanto deturpado pela cultura dos dias de hoje onde o próximo não é o que importa e sim o que o próximo tem. Que conceito demoníaco! Continuemos, pois a discorrer sobre a questão da palavra DECIDIR, onde eu previamente fiz uma brincadeira que vou explicar melhor e de forma mais séria.
DE-CI-DIR
Esta é a divisão silábica correta deste vocábulo. Então, decidi brincar um pouquinho com está palavra e peguei a sílaba DE e tornei-a preposição DE, como na frase: “Tudo que vem de ti, Senhor, tem um propósito!”. Depois a sílaba CI e trabalhei com sua igual sonoridade do pronome SI, como em: “Falou ele de si próprio, não o forcei a nada!”. E por último temos a sílaba DIR, onde fiz uma aplicação do verbo DAR, e tornou-se DÊ, como em: “Dê e D’us te retribuirá conforme a Sua vontade.”

DE SI DÊ
Dar o quê? Aquele que dá, automaticamente oferece, e oferece alguma coisa. Esta minha decisão implicou em que eu desse algo ao Senhor. E tudo aquilo que damos ao Senhor, vindo de nossa mais sincera e obediente vontade se torna uma oferta, um sacrifício, um Nbrq qorban/korban. Sabe o que é interessante neste princípio de decisão em servir de fato e de verdade ao Eterno? É que nos tornamos como Nbrq qorban/korban, oferta de aproximação ao Senhor.
Ser um Nbrq qorban/korban, é ser o próprio sacrifício ao Senhor, onde deixamos de ser o que somos para ser o que Ele quer que sejamos, onde a distância existente entre nós e Ele se torna em proximidade e comunhão. Isso só ocorre porque decidimos deixar o pecado para trás e vivermos santos como Yeshua foi, é e será!
Decida hoje ser uma DECISÃO ao Senhor, ser um sacrifício ao senhor, ser korban ao senhor. Porque toda oferta de korban nos traz para perto de D’us e com isso recebemos a honra dAquele que honramos. E como diria o Ap. Gilmar Britto em sua canção Majestade Santa: “Tua é a honra, tua é a glória, teu é o domínio, teu é o louvor. Majestade Santa”.

Como eu iniciei esta postagem falando sobre a minha decisão de viver em santidade, termino aqui dizendo:
Hoje é dia de DECIDIR. Decida ao Senhor! Ofereça-se ao Senhor! Vale à pena!

Everson Tavares

Nenhum comentário:

Postar um comentário