Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Acústico - Geração Livre

Shalom


No último domingo, dia 24, tivemos o nosso acústico. Foi realmente uma maravilha. Relembramos antigos cantigos que marcaram as vidas de muitos. E lançamos a canção "Yeshua", de autoria de minha esposa, Elaine.

Segue aqui algumas fotos do culto.

Shalom





Everson Tavares, diácono.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Anonimato é uma vergonha quando se tem medo da verdade.


Esta postagem tem por fonte  http://blogdopastorfabricio.blogspot.com/2011/04/resposta-um-email-muito-desonesto.html#comment-form 


Quem não tem coragem de mostrar a face que não critique. É preciso ter "tutano" para se expor. E aqui está uma bela resposta de meu pastor. Mete bronca!


RESPOSTA A UM EMAIL MUITO DESONESTO.

foto para divulgação.

Falo desonesto pois o autor não teve coragem de se revelar ,e assim soa como covarde e medroso, falo desonesto pois tentando nos atingir só nos fez um monte de elogios.

Primeiro ele disse que uma igreja para ser séria não pode crescer tão rapido como a nossa crésce,que só pode ter falcatrua ou prometemos aquilo que não podemos cumprir ,ele esta querendo falar de teologia de prosperidade ou algo parecido .

Isso é uma típica frase de um frustrado ,alguém que esta muito chateado com o nosso crescimento,más eu não tenho dificuldade nenhuma de lidar com críticas ,pelo contrário, reconheço o valor de cada uma delas,
mas eu gosto de críticas inteligentes e construtivas .

Querido anõnimo ,obrigado por reconhecer o nosso crescimento e a velocidade dele,realmente somos hoje uma comunidade que atinge varias pessoas ,somos muitos advogados ,professores universitários,varios médicos e enfermeiros ,empresários de todos os ramos,vendedores ,artistas,secretários ,pedreiros ,carpinteiros ,donas de casa ,arquitetos ,engenheiros ,adiministradores,mecãnicos,desempregados e etc...

Eu preciso que para o seu desespero voce saiba que eu detesto a teologia da prosperidade ,e não pregamos essa baboseira ,apesar de achar que o homem pela capacidade dada por DEUS pode crescer muito  desde que seja com honestidade e trabalho.

Eu preciso que o querido saiba que eu não faço força nenhuma para a igreja crescer , são as pessoas que gostam dela e ficam ,eu acho que essas pessoas estão vendo o mínimo de ética e honestidade para colocarem as suas famílias sobre nossa responsabilidade.

Peço também ao amado para frequentar as nossas reuniões ,e comprovar o que eu e os meus amigos auxiliares estamos ensinando ,nada mais e nada menos que tratamento de cárater,resgate de um evangelho simples e puro que faz o homem  se esvaziar de si mesmo  para melhorar como pessoa, eu acho que se o querido frequentar pelo menos uma semana  vai mudar de opinião ,e vai querer ser até membro ( que DEUS me proteja )

Com muita humildade no meu coração peço que o querido reavalie seu julgamento,e obrigado por seu EMAIL,continue me escrevendo, sempre será mui bem vindo,O CEI de cabo frio esta com as portas abertas para te receber em amor.

graça e paz"

Shalom


Everson Tavares, O silêncio acabou!


segunda-feira, 25 de abril de 2011

Irmãos que matam



Vocês ouviram o que foi dito aos nossos pais: ‘ Não assassine ’, e quem cometer assassinato estará sujeito ao julgamento.” Mateus 5:21

Portanto, se você apresentar uma oferta no altar do templo e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta junto do altar e faça as pazes com seu irmão. Então, volte e apresente sua oferta.” Mateus 5:23-24

Começo minha postagem com estes versículos muito fortes ditos pelo Messias Jesus na ocasião do Sermão do Monte. São três versículos que contêm um peso tão grande de cobrança e de santidade que se encaixam muito bem com o que tenho para dizer.

Por que fazer o uso das palavras irmãos que matam como título para esta postagem? Por quê? Porque estou cansado de ver pessoas matando outras pessoas dentro das igrejas, irmãos que não liberam perdão para outros, líderes que assassinam ovelhas, ovelhas que corrompem líderes, membros antigos que são tratados de maneira diferente do outro por causa de seus dízimos, de suas ofertas e de seus status.

Como pode existir igrejas dizendo que são santas, que são imaculadas e que formam o Corpo de Cristo, se nelas há tanta hipocrisia e mentiras?

Como são falsos! Dizem que são cheios do Espírito do Senhor, mas são incapazes de expressar o seu amor àqueles que as ferem. Que mentirada pregam nos púlpitos de suas vidas.

Que raça de víboras são! Ah, se João, o que imergia, nos visse hoje! Diria ele: O que é isso que vocês cantam e pregam aí na plataforma e não aplicam nas vidas de vocês aqui em baixo, fora dos holofotes? É isso mesmo! E ele teria toda a razão!

Cansei da hipocrisia disfarçada de misericórdia! Lobos, isso sim, lobos em pele de cordeiros. Matamos aqueles e aquelas que estão do nosso lado, sentados ali, pertinho de nós e ainda temos a coragem de cantar: “Como é precioso irmão estarmos junto aqui!” BALELA!

Diga-me, caro leitor, e quando oferecemos nossas ofertas nos cultos e achamos que estamos por cima da cocada preta crendo que estamos fazendo o que é certo. BESTERIA! Isso é o que é! BESTEIRA!

Quantos estão cheios de ira e rancor contra irmãos e irmãs e mesmo assim oferecem suas “belas dádivas” como uma forma de barganhar com a igreja! Não com D’us! Esquecendo-se dos versículos 23 e 24 de Mateus 5.

Hipócritas! Víboras hipócritas! Exclamariam em uníssono, Jesus e João, o imersor!

Do que adianta falar em línguas, fazer e acontecer se o que move o agir de D’us é o perdão genuíno! Paremos de deixar soldados feridos no campo de batalha. Conheço alguns, que foram largados de mão. Esquecidos! Esquecidos pela igreja (Faço questão de registrar igreja com i minúsculo, pois com i maiúsculo é aquela que faz a diferença, a Igreja de Cristo) mas não por D’us. Esquecidos por seus ditos pastores e pastoras, liderança e “irmãos”.

O que dizer do Pr. Amilcar? Pastor atuante no Conselho de Pastores de Cabo Frio há alguns anos. Hoje, cego, com problemas de saúde e esquecido por esta raça nojenta e desprezível de falsos crentes. JOIO! JOIO dos bravos! Amparado por uma ou outra ovelha que permanece fiel a este pastor rico de conhecimento e de Jesus e que tem uma história linda e que se mantém de pé e em santidade por causa de D’us!

E o que falar dos Mauricios, dos Joãos, das Marias, anônimos e anônimas e de outros que não posso nem mencionar seus nomes aqui? Quantos não são perdidos pela igreja que deveria mantê-los achados dentro de suas paredes.

Sinto falta de muitos deles. Mas sinto mais falta ainda de uma em especial. Uma que chora! Não pelo erro cometido, pois já se arrependeu, e já chorou o que deveria chorar! Mas chora pela falta de perdão que não obteve do lugar que jamais esperaria não ter!

Chora pela indiferença. Chora pelo desprezo. Chora por ver a injustiça. Chora pela balança dobre. Chora por não poder estar com seus amigos!

A Igreja que é santa e desprezada.

E onde está a igreja que não vê isso? E onde estão aqueles que falaram a quatro ventos que os amavam?

Esta postagem é um grito de desabafo por todos aqueles que foram deixados e esquecidos propositalmente, com feridas, para trás, e esperam por socorro, misericórdia e graça! Que não virá daqueles que os deixou lá para perecer.


Shalom


Everson Tavares, indignado e cansado de tanta mentira e falsidade!


Soli Deo Gloria



terça-feira, 19 de abril de 2011

Ministério de Louvor não é brincadeira, é coisa SÉRIA!


Mostar-me tuas mãos e teus frutos, levita!
 Nesta terça, dia 19 de abril, ensaiamos das 22:00 até as 0:00 porque teremos um acústico no próximo domingo e desejamos fazer o melhor para o Eterno. E fazer o melhor exige santidade, compromisso e qualidade!

Alguns de vocês podem se perguntar porque o blog do ministério de louvor não fala quase nunca sobre louvor, músicas e arranjos. Não falamos por que creio que o louvor é consequência de uma vida de santidade e compromisso com Jesus e nosso Pai Adonai.

Não adianta vir aqui com meia dúzia de informações sobre música, se o que menos importa é a música e sim o musicista e sua santidade. Aquele instrumento primordial na confecção da adoração: o indíviduo!

Então, falar sobre louvor é falar sobre o caráter do músico. Não adianta estarmos no altar cantando se aqui embaixo, fora da plataforma nos comportamos como verdadeiros ARTISTAS. Artistas frustrados, vazios da presença de D'us. Esnobes os quais não auxiliam um irmão quando este está em necessidades.

Sendo bem sincero! Pra mim, gravar CD, ministrar seminários, etc...NÃO É NADA! NADA MESMO! Se eu não for humilde, simples e cordial! Querer gravar um CD, sim eu quero. Mas isso é consequência do trabalho para com a Igreja e seu Senhor.

A Igreja não precisa de IDIOTAS fantasiados de adoradores, desculpe-me a franqueza. Chega de dar audiência para esta classe tão PSEUDA, que não se compara com aqueles que são verdadeiramente  adoradores.

Aqueles que não sobem no altar esperando comover a Igreja, mas deixam ser usados como instrumentos de cura, transformação e santidade! Agentes que são as mesmas pessoas no altar e fora dele, onde o altar e a congregação são apenas o reflexo do verdadeiro ser que adora em Espírito e Verdade no interior de seu quarto, e que tem intima humildade para com seus irmãos.

Altar não é lugar de mentiras, soberba e criancice! Altar é lugar de coisa séria! E o louvor que agrada ao Eterno vem de pessoas que são integras, companheiras, santas e sérias!

Shalom

Everson Tavares, desabafo!

Estamos no período da festa dos pães ázimos!

Nesta segunda dia 18 de abril, celebramos a festa da Páscoa, Pessach. Foi um momento muito importante para edificarmos nossa fé no Messias Yeshua.

Se a Igreja continuar debaixo da sombra de Roma nunca viverá a plenitude daquilo que o D'us tem para ela.

Seguimos agora mais sete dias sem fermento. Todo alimento sem fermento? Você pode perguntar. Isso não faz sentido! E Exclamar.

Mas faz sentido sim! Se eu consigo abrir mão do fermento físico, substância tão presente em nossas vidas, também serei capaz de abrir mão do fermento espiritual, o pecado , que corrompe e faz separação entre nós e D'us.

Chag hamatzot sameach! Feliz Festa do Ázimos!

Shalom

Everson Tavares, diácono.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Última Ceia ocorreu numa quarta e não numa quinta, diz pesquisador Afirmação está em livro de estudioso da Universidade de Cambridge


Uso de dois calendários provocou a confusão, segundo ele

A Última Ceia que, segundo a tradição cristã, Jesus Cristo compartilhou com seus 12 apóstolos na noite da Quinta-feira Santa, aconteceu, na realidade, numa quarta-feira, segundo afirma um especialista britânico em um livro publicado pela Universidade de Cambridge.
"Descobri que a 'Última Ceia' aconteceu numa quarta-feira, dia 1º de abril do ano 33", declarou ao jornal "The Times" o professor Colin Humphreys, da Universidade de Cambridge.
No livro, intitulado "The Mystery of the Last Supper" ("O mistério da última ceia"), o catedrático acrescenta mais uma tese a um tema que divide teólogos e historiadores.
"Esse é o problema: os especialistas em Bíblia e os cristãos acreditam que a última ceia começou depois do pôr do sol de quinta-feira, e a crucificação foi realizada no dia seguinte, às 9h. O processo de julgamento de Jesus aconteceu em várias áreas de Jerusalém. Os especialistas percorreram a cidade com um cronômetro para ver como podiam ocorrer todos os acontecimentos entre a noite de quinta-feira e a manhã de sexta-feira: a maioria concluiu que era impossível", enfatizou o professor, segundo trechos do livro.
Os discípulos Mateus, Marcos e Lucas dizem que a última ceia foi uma refeição pascoal, enquanto João afirma que aconteceu antes da Páscoa judaica.
"A solução que encontrei é que todos têm razão, mas que se referem a dois calendários diferentes", explica o pesquisador.
Reconciliando os dois calendários, o professor concluiu que a última ceia aconteceu, na verdade, na véspera da Quinta-feira Santa.

Me conta uma novidade! O Ensinando de Sião, na pessoa do Rabino Messiânico Marcelo já havia nos ensinado há anos! 
Shalom
Everson Tavares, diácono

Por que a Igreja celebra a sexta da paixão, onde Cristo foi morto, e no domingo a Páscoa, se ele foi traído após a noite de Páscoa?

Por anos celebrávamos a Páscoa dominical como se fosse algo divino. Como se estivéssemos cumprindo com Palavra. Até que veio a seguinte pergunta: "Por que a Igreja celebra a sexta da paixão, onde Cristo foi morto, e no domingo a Páscoa, se ele foi traído após a noite de Páscoa? Há, por acaso duas Páscoas anuais?"


Foi depois de analisar e estudar a Palavra que vi o quanto estava distante das verdades bíblicas no que concerne a Páscoa. 


Não vou falar sobre o assunto aqui porque já postei artigos anteriores sobre isso. O que venho fazer hoje é questionar o porque da Igreja Evangélica teimar em realizar uma páscoa, a qual não é a verdadeira, numa data diferente da bíblica.


Atente para o que nos foi forçado a engolir através de Roma. Lutero, Calvino e companhia foram homens de D'us mas que não romperam com certos vínculos romanos, vivenciados ainda hoje pela Igreja.


A verdadeira Páscoa, no ano de 2011, é hoje, dia 18 de abril, virada do dia, a partir das 18:30, 19:00!


Ou voltamos a seguir o calendário bíblico, ou viveremos a sombra de Roma!


Chag Pessach Sameach
Feliz Páscoa


Shalom


Everson Tavares, vivendo o que a Palavra ensina!



quarta-feira, 13 de abril de 2011

SANTIDADE! Right here and right now! Aqui e agora!


A Palavra de D’us é recheada de assuntos e temas interessantíssimos. Da criação ao apogeu, da queda à restauração, da morte à vida, do princípio à escatologia, etc. Mas o que mais me chama a atenção, toca profundamente meu coração e me faz tremer, não é a escatologia, ou a volta do Cristo, mas sim SANTIDADE.

No meu ponto de vista, tudo, mas tudo mesmo, se resume a SANTIDADE. Eu posso ser um expert em criacionismo, ou um exímio defensor de correntes escatológicas, mas se eu não tiver e viver a SANTIDADE, de nada serve conhecer ou dominar tais assuntos.

Volta e meia ouvimos pregadores que dizem que não se prega mais sobre a volta do Messias, ou sobre arrebatamento, o que é uma mentira! Baseiam-se na minoria dos lideres tele-evangélicos os quais detém poder financeiro suficiente para televisionar suas mensagens. E esquecem-se daquela grande maioria de pregadores que vivem pregando e chamando a Igreja a conscientização da SANTIDADE porque Jesus está prestes a voltar.

Sensacionalismo, teologias desfiguradas e falsos conceitos doutrinários levam emocionalismo aos cultos. Ondas e ondas de falsas conversões e curas “psicomotivadas” por palavras emotivas vindas de um evangelho de alta-ajuda, onde não há a morte da carne e ninguém quer levar a sua cruz.

Mas onde está a verdadeira essência do cristianismo? Onde a preocupação está em como eu devo me comportar, viver e cultuar. Onde eu honro os meus compromissos, onde não dou falsas esperanças, onde digo não quando é preciso dizer não, e sim quando é preciso dizer sim. Onde não faço promessas porque quero ganhar o outro e quando o conquisto, o que foi prometido se foi para o “campo da amnésia intencional”.

Essência esta em que não fazemos distinção de raça, credo ou conceito. Mas que nos diferenciamos por nossas atitudes de amor, graça e compromisso com Jesus, a Igreja e os perdidos: SANTIDADE!

Isso mesmo! Tudo gira em torno da SANTIDADE, e SANTIDADE engloba comprometimento e responsabilidade! Comprometimento e responsabilidade aqui na Terra, no nosso país, na nossa cidade, com o próximo.

SANTIDADE é propagar os princípios celestiais aqui nesta esfera terrestre. Quando eu entendo que quando nos posicionamos contra o pecado, contra a indiferença de tratamento, contra cultos sem PALAVRA. E independente de outrem nos dedicar a buscar conhecimento das sagradas escrituras o qual é aplicável em nossas vidas, consequentemente nos tornaremos SANTOS.

Como diria João, o Apóstolo: “Filinhos, não pequeis”. Isso mesmo! Não pequeis! Vamos viver em SANTIDADE, porque isso sim agrada ao SENHOR.

SANTIDADE em nossos relacionamentos: sem falsidades e interesses próprios;
SANTIDADE em nossos negócios: honrando com os compromissos e pagamentos;
SANTIDADE em nossa palavra: marcando e comparecendo, sem desculpas esfarrapadas;
SANTIDADE com nossa liderança: servindo com amor, respeito e honra.

Enfim, SANTIDADE a qualquer custo, sem a qual ninguém verá a D’us. No demais, arrebatamento e volta de Jesus, será apenas uma consequencia para aqueles que vivem em SANTIDADE.

Eu quero ser santo como D’us é Santo.

Shalom

Everson Tavares, buscando SANTIDADE.  

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Pérolas do ENEM gospel. Parte 1


O ENEM GOSPEL

Já imaginou se fosse realizada em nossas igrejas uma avaliação de como anda o conhecimento bíblico do povo cristão, através de uma prova tipo ENEM? Pois bem! Então, após as correções, obtivéssemos as seguintes respostas:

1. Definição de Trindade 
  • "Trindade é o ensino de que Deus é uma pessoa que sai três dentro dele".
  • "Ela ocorre quando Deus se manifesta como Pai, Filho e Espírito Santo".
2. O que ensina a doutrina das penas eternas?
  • "Penas eternas é quando os salvos de lá do céu sentirem penas eternas daqueles que perderam a salvação".
  • "Penas eternas só quem tem é a pomba que apareceu no batismo de Jesus".
3. Quem são os anjos e quais são as classes ou categorias de anjos?
  • "Os anjo são seres com asas, que moram no céu, e se devidem em: anjo quero-bem, anjo serafim, anjo-da-guarda e anjo de luz". 
  • "Os anjos são criaturas maravilhosas, rápidos no agir e devagar no fugir."
  • "Os anjo se dividem em duas categorias: Os bãos e os ruim. Os bãos são o Gabriel, o Miguel e o Peniel. Os mau são Satanaiz, os demônios, como o Trancarrua, Zé Pilantra, Exú Boiadeiro, e hetecétira.
4. Como o pecado entrou no mundo?
  • "O pecado entrou no mundo através duma serpente, que fingiu ser gente". 
  • "Discordo plenamente do meu colega ao lado, que acabou de escrever que foi através da maçã. Não foi maçã, mas foi outra fruta, chamada árvore do bão e do mau."
5. Quem escreveu o Livro de Apocalipse e para quem?
  • "O livro de Apocalipse foi escrito por João Batista, na ilha dos Plátanos, para todo aquele que tiver ouvido e ouva."
  • "Foi João, para as igreja da Házia menor."
  • "Não se recordo se foi Primeiro João, Segundo João ou Terceiro João. Foi um deles. E ele escreveu para umas igrejas que estavam dando poblema naquela época".


Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com/2010/11/o-enem-gospel.html#ixzz1JFN6W0R0
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

O suicida de Realengo.

Demorei para postar algo a cerca do suicida de Realengo porque não achei palavras para descrever tal barbarie. Peguei um texto no blog de um amigo que postou um artigo de um grande teólogo reformador.
Fonte: http://pensarigor.blogspot.com/




O suicídio não só constitui um pecado, ele é o pecado. É o mal extremo e absoluto; a recusa de interessar-se pela existência; a recusa de fazer um juramento de lealdade à vida. O homem que mata um homem, mata um homem. O homem que se mata, mata todos os homens; no que lhe diz respeito, ele elimina o mundo. Seu ato é pior (considerado simbolicamente) do que qualquer estupro ou atentado a bomba, pois destrói todos os prédios; insulta a todas as mulheres. O ladrão se satisfaz com diamantes; mas o suicida não; esse é seu crime. Ele não pode ser subornado, nem com as cintilantes pedras da Cidade Celestial. O ladrão elogia os objetos que furta, quando não elogia o dono deles. Mas o suicida insulta a todos os objetos da terra ao não furtá-los. Ele conspurca dada flor ao recusar-se a viver por ela. Não existe nenhuma criatura no cosmos, por mínima que seja, para quem a sua morte não é um escárnio. Quando alguém se enforca numa árvore, as folhas poderiam cair de raiva e os pássaros fugir em fúria, pois cada um deles recebeu uma afronta direta. Obviamente pode haver patéticas desculpas emocionais para o ato. Geralmente as há para o estupro, e quase sempre para o atentado a bomba. [...] Obviamente um suicida é o oposto de mártir. Um mártir é um homem que se preocupa tanto com alguma coisa fora dele que se esquece de sua vida pessoal. Um suicida é um homem que se preocupa tão pouco com tudo o que está fora dele que ele quer ver o fim de tudo. Um quer que alguma coisa comece; o outro, que tudo acabe. Em outras palavras, o mártir é nobre, exatamente porque (embora renuncie ao mundo ou execre toda a humanidade) ele confessa esse supremo laço com a vida; coloca o coração fora de si mesmo: morre para alguma coisa. O suicida é ignóbil porque não tem esse vínculo com a existência: ele é meramente um destruidor.

G.K. Chesterton em Ortodoxia, p.120-122.



Shalom


Everson Tavares, sem palavras.

sábado, 9 de abril de 2011

Páscoa - Pra quem gosta de ler e aprender o que é certo!

A Páscoa Judaica e a Páscoa Cristã


Por Elhanan Ben Avraham - Judeu messiânico - Jerusalém - ISRAEL

      O evento histórico de um judeu chamado Yeshua que foi brutalmente crucificado pelos romanos em uma noite de Páscoa em Jerusalém no 1º século E.C., ressuscitando dentre os mortos ao terceiro dia após a sua morte, representou o evento mais importante da história da humanidade. Este evento definiu o momento da vida, dando um significado para a vida do homem, substancia para a história e profecia, derrotando a morte e nos dando a realidade da vida eterna.

      Infelizmente, este evento tem sido distorcido e embaçado ao longo da história, sendo usado para infligir sofrimento e morte a muitos em nome de Jesus Cristo (ao invés de ser usado para libertar cativos das prisões do pecado para que conheçam o verdadeiro amor). Isso pode ser equiparado ao incógnito “pecado imperdoável”, e sem dúvida é uma grande tragédia. Apesar de desconhecido por muitos cristãos nos dias de hoje, os judeus sofreram por quase dois milênios grandes aflições e perseguições orquestradas por entidades cristãs baseadas no sacrifício de Cristo. Por esta razão, trazer a pessoa de Jesus (ou Yeshua) novamente à consciência do Judeu não é tarefa fácil. Assim, o fenômeno ao qual chamamos de “Restauração” é de fundamental importância, maior até do que a famosa “Reforma” em seus dias de glória. Aliás, podemos dizer até que a Restauração é a evolução natural e espiritual da Reforma. É inevitável.


      O que nasceu na fé e na prática judaica, predito pelos profetas de Israel e descendente da linhagem real de reis de Judá, apresentado aos gentios por apóstolos judeus, foi DISTORCIDO e TRANSFORMADO em uma religião que em quase NADA se assemelha às suas origens. Tragicamente, um judeu não vê nenhuma semelhança entre o cristianismo de hoje e a fé bíblica para a qual ele foi chamado por D-us (Gn 12:2). Estamos vivendo no momento mais oportuno da história, pois temos a oportunidade de RESTAURAR o que foi encoberto e RETORNAR à fonte (ou, como declarado pelos reformistas – “sola Scriptura” – apenas as Escrituras). Jesus disse: “Porque vocês transgridem os mandamentos de D-us por amor à vossa tradição?” (Mt 15:3 e Mc 7:8-9). Esta palavra foi originalmente endereçada aos líderes do judaísmo da época de Jesus, mas verdadeiramente é uma palavra de “dois gumes” e deveria ser usada a qualquer pessoa em qualquer época da história onde for necessária.


      O que foi padronizado no Cristianismo como “Páscoa” foi na verdade uma SUBSTITUIÇÃO da Páscoa Bíblica e judaica do nosso Senhor (Pêssach) e a Festa de Primícias (Bikurim) – Lv 23, que aconteceu no mesmo dia da ressurreição do nosso Messias. A “Páscoa” cristã foi oficializada em 325 d.C. no Concílio de Nicéia pelo imperador Constantino, o qual proclamou a nação pagã de Roma uma “nação cristã” da noite para o dia. O ódio contra os judeus os guiou para fazerem todo o possível para separarem a fé em Cristo das suas raízes Judaicas, incluindo a mudança do dia da Páscoa Judaica (14 de Nissan ou Aviv – Lv 23:5-6) para uma nova data com o intuito de não ter vínculo algum com a Festa Judaica de Pêssach, a qual eles amaldiçoaram.
      Nenhum bispo Judeu foi convidado ou permitido participar deste concílio (e havia muitos bispos Judeus no seio da Igreja na época). Assim, a Páscoa Cristã foi instituída em substituição à Pascoa Judaica. Nos países de língua inglesa esta festa é conhecida como “Easter”. Este nome surgiu de uma festividade de primavera celebrada por Assírios, Babilônios (e posteriormente Celtas), em adoração a deusa Ishtar (ou Oestre no mundo nórdico). Esta era a deusa da fertilidade, daí ovos e coelhos eram usados como simbolismos. Em espanhol, francês e português (e outras línguas latinas), esta festa permaneceu conhecida como “Páscoa”, “Paque” ou “Pascha”, nomes que derivam da transliteração do termo hebraico “Pêssach” (Passagem).
      E foi assim que outros elementos NÃO-BÍBLICOS (como por exemplo, a substituição do dia do senhor do Sábado para o domingo – ver os 10 mandamentos) adentraram a religião cristã por intermédio de um espírito anti-semita e anti-judaico que floresceu em pessoas como João Crisóstomo, Marcião e muitos outros chamados “pais” da Igreja, cujo background era o paganismo grego que odiava aos judeus (culminando no reformista Lutero, que apesar de sua enorme contribuição, escreveu no final de sua vida o livro “Os judeus e suas mentiras - 1543”, dando a receita que Hitler seguiria 400 anos depois). Há provas históricas que até meados do século IV d.C., os cristãos celebravam a Páscoa ou “Pascha” no mesmo dia bíblico que os judeus (Peri Pascha – Melito de Sardis – Séc II d.C.; Historia Ecclesiastica  - Eusébio – Séc IV d.C.).
  
Pintura "1º Concílio de Nicea" - Capela Sistina - Vaticano (nota-se, no canto inferior direito, um bispo judeu sendo impedido de participar)  

      Devemos nós aceitar as decisões de homens e suas tradições ou devemos aceitar a autoridade da Palavra de Deus? Agora é o momento histórico e a oportunidade de RESTAURAÇÃO tanto de Israel como da Igreja para retornarem para a pedra fundamental de Jerusalém e se desligarem de uma vez por todas de Roma. Devemos voltar às verdades bíblicas e questionarmos tradições de homens, voltando-nos para o Messias verdadeiro, que é chamado ainda hoje de Rei dos Judeus!
Não foi por coincidência que Paulo referiu-se a Yeshua como “os primeiros frutos dos que dormem” (ressuscitado dentre os mortos – I Co 15:20), pois naturalmente ele tinha em mente a Festa Bíblica de Bikurim (primeiros frutos).


Típico Sêder de Pêssach Judaico


      Desejo muitas bênçãos sobre todos vocês e uma feliz celebração de Pêssach (Páscoa) e também de Primícias. E que possamos todos celebrar juntos, como Paulo ORDENA em I Co 5:7-9 “...pois o Messias, nossa Páscoa, foi sacrificado por nós. CELEBREMOS pois a Festa... com os ázimos da sinceridade e da verdade”, testemunhando que realmente Yeshua está VIVO e REINA entre nós!

Chag Pessach Sameach – Feliz Festa de Pêssach!  

Shabat Shalom

Everson Tavares, restaurando a verdade!


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Mensagem de Israel - Rabino Messiânico Joseph Shulam

Rabino Messiânico Joseph Shulam

Segue a tradução e o original em inglês








       "Hoje, o Hamas lançou mais de 40 bombas de morteiro nas aldeias ao redor da Faixa de Gaza. Eles dispararam um foguete antitanque e como alvo tiveram um ônibus escolar. ônibus escolar tinha acabado de ter 50 crianças descarregadas há apenas alguns minutos antes de ter sido atingido por um foguete. Havia apenas duas pessoas no ônibus quando este foi atingido, o motorista do ônibus e uma criança. A criança morreu devido aos estilhaços e o motorista do ônibus ficou ferido.
        Foguetes Grad russos foram lançados na cidade de Ashkelon, mas nova defesa de Israel chamada de "Iron Kipa" (Kipá de ferro) foi capaz de explodir os foguetes no ar antes de chegar Ashkelon.  uma constante escalada da violência em Gaza e uma barragem diária de foguetes e morteiros contra aldeias e cidades em Israel. 
       Claro que essa escalada é provavelmente um resultado direto das mudanças no Egito e em todo o mundo árabe. Israel deve responder a essa agressão e violência, e quando isso acontece o mundo condenará Israel por se defender do terrorismo do Hamas. 
       Ao mesmo tempo,  mais e mais países que estão dando apoio e reconhecimento à Autoridade Palestina para anunciar uma declaração unilateral da criação de um Estado Palestino nas fronteiras do pré guerra de 1967. Você ficaria surpreso ao descobrir quem são os países que já deram a Autoridade Palestina esse reconhecimento. 
       Em outras palavras, meus queridos irmãos, Israel está em sérios problemas político e internacional. Se em Setembro de 2011, o mundo der o reconhecimento unilateral de um Estado Palestino baseada nas fronteiras de1967, isso significaria automaticamente que todo o envolvimento israelense e judaico, cidades, empresas, assentamentos, seria imediatamente ilegais segundo a lei internacional. Israel precisa de suas orações agora!



English Version.


      Today the Hamas shot more than 40 mortar bombs into the villages around the Gaza Strip.  They shot an anti-tank rocket and aimed it at a school bus.  The school bus had 50 children off-loaded just minutes before it was hit by the rocket.  There were two people in the bus when it was hit, the bus driver and one child.  The child died from shrapnels and the bus driver was wounded.  
      Russian Grad rockets were shot at the city of Ashkelon, but Israel's new defense called “Iron Kipa” was able to explode the rockets in the air before they hit Ashkelon. There is a steady escalation of violence from Gaza and a daily barrage of rockets and mortars against villages and cities in Israel. 
      Of course this escalation is probably a direct result of the changes in Egypt and in the whole Arab world.  Israel must respond to this aggression and violence and when it does the world is going to condemn Israel for defending itself from the Hamas terrorism.  
      At the same time there are more and more countries who are giving support and recognition to the Palestinian Authority to declare a one-sided declaration of the establishment of a Palestinian state on the boarders of the pre 1967 war.  You would be surprised to find out who are the countries that have already given the Palestinian Authority this recognition. 
       In other words, my dear brothers, Israel is in a real deep political and international trouble.  If in September 2011 the world gives a one sided recognition to a Palestinian State based on the boarders of 1967 it would mean automatically that all Israeli and Jewish involvement, towns, businesses, settlements, would be immediately illegal according to international law.  Israel needs your prayers now!

                                                                                                                              Tradução: Everson Tavares

Shalom


Everson Tavares, intercedendo pela paz em Israel.