Total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Obrigado!

Eu não fujo do chamado do meu Pai! Na alegria e no sofrimento  Ele é SOBERANO!


Hoje, estou a 55% de minha saúde. Ainda tenho dificulades pra falar, pra me locomover, pra manusear pequenas coisas. Mas isso não é nada comparado a GLÓRIA de saber que D'us fez um MILAGRE! Seu amor e o amor de Sua IGREJA!

O milagre foi tão grande! A recuperação gradativa e FÉ VIVA!


Tudo que eu fizer, tudo que eu agradecer, será nada comparado ao amor de todos vocês.

Em Sua soberania, Soli Deo Gloria, O Eterno me escolheu para me dar a dádiva da vida e nela uma experiência sobremaneira divina: UM MILAGRE!

Eu recebi um milagre de D’us. Recebi a Salvação, recebi o chamado, recebi a cura, recebi uma família, recebi amigos!

E eu agradeço ao Eterno, em nome de Seu filho Yeshua, pelo que Ele fez em minha vida: Transformou o que seria uma vida vegetativa com sequelas em uma vida pronta e disposta a servi-lO. Eis me aqui!

Toda a honra, a glória e o louvor sejam dados ao Eterno em nome de Yeshua que nos deu o seu Espírito Santo! Meu muito obrigado Pai!

Não sei se lembrarei de todos os que oraram e compartilharam de minha dor, mas tentarei ser o mais justo possível.

Muito obrigado ao Eterno, ao Seu filho, Jesus e ao Seu Espírito Santo. Sem a Sua soberania nada disso teria ocorrido. TUDO está no Seu controle!

Obrigado a minha igreja, CENTRO EVANGELÍSTICO INTERNACIONAL de CABO FRIO. Vocês não sabem o quanto são especiais pra mim. Nunca me esquecerei do que vocês estão fazendo por mim e minha casa. Obrigado pelo suporte financeiro, COMO FOI IMPORTANTE! Obrigado pelo suporte emocional, obrigado pelas orações! Amo vocês!

IrMÃE Angélica e irmão Carlinhos, por sua dedicação, preocupação, prontidão, amor e oração. Amo vocês!

Ao ministério de louvor Geração Livre, SEM PALAVRAS. Simplesmente, OBRIGADO! AMO VOCÊS demaissssssss.

Ao Vinicius, Ev. Gilson e ao Uel, que no sábado e na segunda-feira me sustentaram em seus braços. 

Que viram o meu sofrimento e a minha angústia. Que se mantiveram firmes pra que eu não esmorecesser. OBRIGADO! Amo vocês!

Michele, Uel, Tuyane e Vinicius, “NO WORDS”! Conquistaram para sempre meu coração!

Aos amigos e irmãos que foram me visitar no dia da minha dor. E souberam manter a sobriedade, me trouxeram SHALOM!

Macedo, seu chorão! Para de roer unha e continua a ralar joelho. Ore por mim! Te amoooooooooooo!


Aos membros do Geração Livre que me visitaram aqui em casa, vocês são o que são! Amo vocês! 

A minha mãe, minha sogrãe (Sogra e mãe), ao meu soprai (Sogro e pai) e a vó Zézé que não quiseram sair de perto! Mas me estenderam suas mãos em oração, em amor e em compartilhar de minha dor! Amor! Só por amor! Amo vocês!

Aos ministérios do CEI, as intercessoras, na pessoa da IRMÃE Angélica, a Rede Jovem, no meu amigo André, aos obreiros, no meu líder Presbangelista Lemos, Ao TeenCEI, nos meus loiros João e Yuana, rsrsr, ao CEIKids, Gerson, Kátia, Marcos e Aline. Enfim, A TODOS OS MINISTÉRIOS DO CEI! OBRIGADOOOOOOOOO! AMO VOCÊS! TODOS VOCÊS!

Ao Evangqstor “Chorão” Christiano e Dca. “Doles” Alê. Amo vocês! Meu amor por vocês é imenso!

Aos meus amigos foram da igreja, amigos como Alexandre, meu dentista e amigo, ao Marcelo André, mais que amigo Irmão. Ao meu primo Jean Bessa, que chorou no meu ombro, meu irmão mais novo, obrigado!

Ao Silas Bento, que se prontificou e me auxiliou no momento muito delicado de minha vida! Obrigado!

Ao Zé Henrique, pelo simples fato de se prontificar a me ajudar. Te respeito! Me conquistou!

Ao Jefferson Marambaia! O que falar de ti, meu irmão em Cristo!? O que falar? Tenho uma dívida contigo e com tua casa!

Aos médicos, enfermeiros, diretora do UPA e seguranças que me furaram, injetaram e riram comigo!

Ao Rubinho! Poxa! O que você fez só se faz por alguém que se conhece há muitos anos! Obrigado!



Ao meu tio e pai Jorginho Bessa, pela força, e pela preocupação!

Ao Flávio Gallo, que não pestanejou em me transportar para Araruama para uma consulta com o fera do Dr. Luís Carlos Pereira!

As minhas irmãs e irmãos de sangue, e meus familiares e parentes, que em suas denominações levaram meu nome para seus pastores orarem e clamarem por mim; A UNIVERSAL, a MUNDIAL, a PAZ E VIDA, a EL SHAMA, a PRESBITERIANA, a METODISTA, as ASSEMBLEIAS, ao CEI do Jacaré, Marcelo, meu pastor, te amo, ao CEI de Itaboraí, Pr. Samuel. Ao Pr. Roberto ‘2.1’ Verdine e Pra. Miriam Verdini, suas palavras me confortaram!

Ao irmão Elcir, por sua disposição, em vir e orar em minha casa. Sua dedicação ao Eterno é linda!

Pr. Dawson e Pr. Rutemberg, suas orações e palavras me deram força!

Ao Pr. Luciano, e a Igreja do Reino, OBRIGADO!!!!


Pr. Edison Aguiar, meu calvinista amado, Presbiteriano Roxo, te amo meu pastor.

Ao Juliano e Michele lá em Manaus, na MIR. OBRIGADOOOOOOOOOOO!

Aos amigos de FACEBOOK! No comments!

Edison Bittar. Obrigado!

Irmã Fátima e Juliana “chorona”, me emocionaram!

A prima Ludmila, que amor é esse! Obrigadoooooooooo!

Ev. Fabiano e Julia, vocês são demaisssssssssss, sou servo de vocês! Amo muito vocês!

Ao primo Dirlei que lá de São Paulo, orou, chorou e se alegrou comigo.

Ao Igor Miguel, meu mano e professor, Reformar é preciso, viver é resultado! E a Igreja Esperança em BH, ao Tiago Murilo, adorador e levita, ao Pr. Guilherme da Ig. Esperança de BH. 

Ao Evangelista e amigo Fernando e a dc e amiga Solange, lá em BH, no Ensinando de Sião, obrigado a todos pelas orações.

Chris Senna!!! Thanksssssssssssssssssssssss!!! Não sei como te agradecer!

A ESCOLA SANTA RITA, e ao meu diretor Sérgio, muito obrigado, muito obrigado por sua ATENÇÃO e AMOR!

Ao CCAA, meus amigos, obrigado. Fábio e João, muito obrigado por tudo.

A Editora WP, Edil e Paulinho, muito obrigado, muito obrigado mesmo! Dalila, Thati, suas palavras me deram força!

Aos meus alunos da ESCOLA DE LEVITA, a volta será com muito mais empenho e “LIXA”, rsrsrsrsrsrsr ...continuem a orar!


Aos meus alunos e alunas do CCAA e Santa Rita e particulares, vocês são demais, sinto muito falta de vocês, a razão de existir um professor apaixonado por vocês, chamasse: VOCÊS!

Ao meu PAIStor Fabricio Valadares e a minha pra. Andressa "habilitada" Valadares, o que falar sobre o senhor. Eu tenho minha orelha furada, tenho uma aliança com o Senhor. Através de Jesus, sou sua ovelha, seu diácono, seu servo e filho. A cada dia, tenho aprendido com o senhor, com seus acertos e erros, com seu amor por nós. TE AMO! TE 
AMO MUITO!

E a minha esposa. Elaine, teus atos falaram e falam muito mais que palavras e é contigo que quero viver as aventuras da vida de Cristo em nós! É contigo que quero ver nossa filha crescer, rir, chorar, alegrar, se decepcionar, se realizar. É contigo que quero ver a glória de Jesus nos buscar para com Ele reinar! É contigo que quero envelhecer e viver! Te amo!

A minha filhota, Nina, que mesmo sem saber pelo o que eu estava passando, me fez muito bem, ao me chamar: ‘Papaizinho, saudade!’, ‘ Te amo, te amo muito’.

Enfim, se eu esqueci de mensionar alguém, os de perto ou os de longe, os conhecidos ou os anônimos, POR FAVOR, não é por ingratidão. Eu AGRADEÇO A TODO OS que de alguma forma ORARAM, OFERTARAM e CHORARAM por mim e comigo!

E assim como comecei, termino. Ao Eterno seja dada a glória por tudo que Ele me permitiu passar!


Soli Deo Gloria


Everson Tavares, diácono pronto pra te servir!






segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Teologia da Prosperidade acha morada em igreja pentecostal centenária




Hoje, ao chegar para almoçar, minha esposa, chocada, me veio com uma que nem eu poderia imaginar. Uma chamada numa rádio evangélica local, onde o preletor fazia o uso de uma passagem bíblica de Jó 12:6

 "As tendas dos tiranos gozam paz, e os que provocam a Deus estão seguros; têm o punho por seu deus."

Fazendo o uso da palavra "PROVOCAM" como se fosse usado para os crentes em D'us. Completo equívoco! No uso e na intenção.

1º porque ali no versículo 6 e em todo o contexto fala dos que não acreditam e temem ao Senhor, e estes sendo bem sucedidos. Segundo porque provocar a Deus ali é provocá-lO com a iniquidade, o pecado.

Ou o preletor foi no entusiasmo ou usou de má fé... isso fica a cada um interpretar. O que realmente é nocivo é a TEOLOGIA DA PROSPERIDADE entrando nas igrejas (Pentecostais) mais antigas. Dizendo que o temos de provocar, reivindicar o nosso milagre... Bahhh... fala sério...Até tu Brutus?

Agora, por que minha esposa ficou chocada com algo que ela vê constantemente nas igrejas neopentecostais inflamadas da TEOLOGIA DA PROSPERIDADE? Porque ela ouviu a chamada de uma igreja a qual ela foi membra por 15 anos, onde ela aprendeu sobre a mensagem da cruz, do evangelho da renúncia. Do evangelho do IDE.

Isso a chocou e a entristeceu muito porque aprendera lá até 2002 que D’us fazia conforme a Sua vontade, que Ele curava, libertava, e salvava. Mas que milagre era algo que Ele fazia segundo a Sua vontade, não segundo nossa provocação.

Hoje, o que foi dito corroborou para este mal chamado TEOLOGIA DA PROSPERIDADE. Falando que a palavra PROVOCAR significa: reivindicar, determinar e ordenar. Diga-me quando é que nós podemos reivindicar, ordenar, provocar ao Criador do Universo, O Eterno a fazer o que nós queremos. Ele é o Oleiro, nós o barro!  Sinto muito, amado pregador, o que os velhos Gunnar Vingren e Daniel Berg não pensariam?

Não foi pra isso que fomos chamados, não fomos chamados para distorcer a Palavra. Quem PROVOCA a D’us provoca a sua ira. E o que Jó fala é exatamente isto, aqueles que provocam a Deus através de seus pecados vivem bem, enquanto ele, que era justo e temente a Deus padecia.

Cá entre nós... apelação maior não há! Fazer uso da Palavra pra promover algo que a própria Palavra é contra: PROVOCAR a Deus!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Jesus, Pedro e Judas - Fiel, desertor e traidor!





Na última quinta-feira, dia 06 de outubro, tive o previlégio de dar a Palavra de abertura do culto, onde o Pr. Fabrício inicio a série de Pregações com o tema: "O Reino de Deus Chegou".

A leitura que fiz se encontra em Mateus 26:18-20

E ele disse: Ide à cidade, a um certo homem, e dizei-lhe: O Mestre diz: O meu tempo está próximo; em tua casa celebrarei a páscoa com os meus discípulos.
E os discípulos fizeram como Jesus lhes ordenara, e prepararam a páscoa.
E, chegada a tarde, assentou-se à mesa com os doze.
Mateus

Ali se encontravam os 12 apóstolos, ali se encontravam Jesus, Pedro e Judas.

Três pessoas com chamados a obediência, chamados para um propósito, chamados para Deus. Todos estavam ali para participarem da mesa de Páscoa, onde haveria, pão, vinho, ervas amargas, cordeiro...

Todos estavam na mesa para lembrarem da grandeza do livramento de Deus para com o povo de Israel.

Sabemos que :

O traidor Judas poderia ter se arrependido lá no final, mas não.
O desertor Pedro poderia não negar, mas negou e desistiu até chorar amargamente.
E o Fiel, aquele que não negou o seu chamado e foi até o fim cumpri-lo, e cumpriu!

Trazendo pra nossas vidas concernete a viver o verdadeiro evangelho, o evangelho que trata da mensagem da Cruz, eu me fiz a seguinte pergunta:

Que tipo de Cristãos temos sido? Traidores, desertores ou fiéis?

O traidor é aquele que ouve a mensagem, no inicio acha muito bom ter um salvador, um libertador, mas ao passar do tempo quando descobre que precisa de MORRER para suas vontades e renunciar a uma série de coisas, ele, o traidor, dá as costas pro evangelho e ainda fala mal, muito mal da Igreja, de Jesus e de Deus!

O desertor é aquele que vive o evangelho, mas que em determinado momento ele, vendo a dificuldadem de se manter de pé, e passar pelas provações da vida, desiste, deserta. Num curto ou longo prazo ele se arrepende e volta ao pés da cruz, chorando amargamente por seu erro em se afastar do seu Deus!

E o fiel é aquele que não importa as circuntâmcias, sejam boas ou não, ele se mantém de pé, se mantém de pé porque sabe que sua força não vem dele,vem do Senhor. Sabe que sua força não está em sua fé, mas na fé que vem de Jesus. Este é capaz de seguir e manter sua convicção até a morte, mesmo que seja morte de cruz. Quantos martires a Igreja não deram a sua vida pela convicção do amor a mensagem da Cruz e de um Cristo crucificado! Ressucitado pelo Espírito de Vida!


Que tipo de Cristãos temos sido? Traidores, desertores ou fiíes?


Fica para a reflexão...


Shalom


Everson Tavares, servo, sempre!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Minha religião é o cristianismo

Este texto é muito bom e é de um grande amigo que tenho: Mestre Igor Miguel

Por Igor Miguel

Sei que os moderninhos de plantão vão gritar. Mas, não estou preocupado. Apenas me preocupo em afirmar que a energia que dedico é mais por Cristo do que por qualquer outra coisa. Entretanto, dedico energia também para defender os que defenderam meu Senhor com suas próprias vidas, energia e capacidade. Defendo não somente Cristo, mas também seus dons, suas dádivas, e naturalmente, sua Igreja.

Tenho ouvido com frequência as pessoas usarem a frase de Ghandi (um não-cristão) de que "querem Cristo" , mas "não o cristianismo", afirmam que não querem uma "religião".

Outra balela que repetimos dos outros sem saber sua origem. Claro que temos uma religião, a vida religiosa é inescapável. Religião é um sistema de vida, uma visão de mundo, afetada por nossas convicções a respeito do que Deus é e do que somos a partir desta crença nEle. Ora, neste sentido, todos temos uma religião.

A questão é que alguns preferem se ligar a uma comunidade histórica, situada no tempo, complexa, mas presente e persistente entre as nações, para se posicionarem religiosamente. Outros, preferem o individualismo iluminista, preferem a afirmação pagã de que se é "dono do próprio nariz", alegando sutilmente, que a religião cristã é apóstata ou pagã, invertendo a alegação. Tenho ouvido isso recorrentemente por aí, infelizmente, tenho ouvido homens como Caio Fábio, Ricardo Gondim e outros, falando coisas do gênero. Tenho ouvido isso de emergentes, pessoas envolvidas em movimentos proféticos e primitivistas. Ora, o problema é que ao afirmarem que não querem nenhum vínculo com o cristianismo, ou com o que os mestres do cristianismo afirmaram, no fundo no fundo, em uma demonstração final e definitiva de arrogância, estão dizendo que preferem seus próprios créditos, do que a credibilidade daqueles que nos antecederam.

Mas, o que é o cristianismo? O pergunta difícil... honestamente, reduzi-lo a seu formato clássico institucional não seria justo. Afinal, o cristianismo transcende os muros do catolicismo romano, coisa que ela mesmo já admite. Não são poucos os teólogos católico romanos que leem teólogos protestantes, reconhecendo-os como parte da grande cristandade.

Mas, uma coisa sabemos que é ser cristão, uma estrutura de comunhão que une todos os cristãos e sempre os uniu na história:

Que nosso Deus é único, é criador de todas as coisas, eternas e temporais. Que este Deus se dirige aos homens para salvá-los. Que esta salvação envolveu a própria revelação de seu amor, por meio da encarnação de seu Filho - Jesus Cristo. Que é Ele mesmo Deus, e é Ele mesmo o rosto do Pai e reflete quem Ele é. Que este Jesus, é a provisão de Deus para o perdido. Que em seu drama de nascimento, ministério, morte, ressurreição, ascensão e retorno, efetua eficazmente os planos de salvação e redenção dos homens e da criação.

O cristianismo em unanimidade crê na atuação presente do Espírito Santo nos discípulos de Cristo, selando-os até o dia do resgate da herança (Ef 1). Que este Espírito guia, consola e inspira os santos, para que vivam a realidade da ressurreição e a realidade de Cristo, mesmo após 2 milênios após sua ressurreição. Sem qualquer evidência concreta, homens de todos os povos, línguas e nações curvam-se à persuasiva ação do Espírito, que convence o homem do pecado, justiça e do juízo.

Todo cristão sabe, que o cristianismo sempre pregou, que por um ato de graça, nos unimos misteriosamente com Jesus e que esta união inaugura uma vida nova, uma vida de fervor, missão, santidade e boas obras que glorificam a Deus. E mais do que isso, esta união nos eleva como criaturas, justificando-nos, suspendo a ira, a cédula da dívida, a condenação.

Isto é cristianismo básico, e se isso é o que o cristianismo pregou e prega, eu sou cristão e minha religião é o cristianismo. Claro que existiram péssimos cristãos, mas o foram não por falta de aviso, pois estava tudo lá. Que idealismo é este? Se na última ceia tinha um discípulo que o traiu (Judas), outro que negou (Pedro) e o amado (João), por que o cristianismo seria diferente? Lugar de joio e de trigo, por isso, digno de minha atenção, minha comunidade.

O falso-cristão não anula o testemunho histórico do que bons cristãos fizeram (e a lista é enorme destes santos) estes eram no final de contas, bons discípulos de Cristo. Assim, negar o cristianismo é negar toda esta estrutura de fé, confissão e paixão que orbita ao redor da suficiência de Jesus Cristo. Afirmar o cristianismo é fazer parte de uma comunidade com uma fé central, basilar, cristocêntrica, mas ainda uma comunidade longe de ser perfeita, ela é inacabada, eclesia casta et meretrix*. Não bate nela não! Como diria o Pr. Isaque pai do meu amigo André Tavares. Não bate nela não, pois é o abrigo, a interface cultural entre o Corpo invisível de Cristo e o presente século.

Sem frescuras: Meu Deus é Jesus Cristo, mas minha religião é o cristianismo.

_______________
*Igreja Santa e Pecadora (prostituta)