Total de visualizações de página

sábado, 21 de abril de 2012


SER transformado e TER salvação!


 
Uma das coisas mais interessantes na nossa salvação é a nossa inconformação com o nosso estado de SER. Não nos aceitamos como somos e buscamos em Deus nossa transformação, mesmo que esta seja dolorida. E normalmente é. Buscamos SER e não apenas TER.

Inicío minha participação neste blog com um tema que me fascina e muito. Salvação e Transformação.  Ultimamente temos visto enormes escândalos nos mais altos escalões dos movimentos neo-pentecostais e pentecostais os quais têm gerado certo desconforto naqueles, dentro do movimento, que têm compromisso com a causa séria e genuína do Evangelho: SALVAÇÃO e TRANSFORMAÇÃO de vidas.

O que era modelo passou a ser descartado e o que era descartado passou a ser modelo. Pregam-se mais o que podemos TER do que SER. E isso engendra em pseudo-transformações as quais não produzem frutos de arrependimento algum. Uma destas aberrações geradas pelo falso, ou melhor, deturpado evangelho é a de que você tem de TER para SER. E um dos lugares mais visíveis destas aberrações se encontra nas canções gospel, onde a centralidade e o bem estar do homem têm usurpado a adoração ao Eterno.


Canções que fazem do ego um lugar de centralidade da mais profunda exposição “idolátrica” do ser. Não vale nem a pena citar tais trechos musicais. E o que isso tem a ver com o tema por mim citado? Tudo! Se ser salvo é ser transformado e inconformado com os padrões do sistema secular, por que tantos e tantos dentro das camadas religiosas se entregam a tais canções que não levam ao âmago do Pai, mas a auto-satisfação ou auto-afirmação?
Simples! Não foram salvos! Não foram transformados!

Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura. Isaias 42:8

O que dizer do texto supracitado? Se o próprio Deus não divide a sua glória, por que, então, temos visto canções e mais canções que pegam para si a glória do único que pode TER esta glória?

O ser salvo pelo Senhor não se conforma com este mundo e analisa a tudo! Como Paulo, o apóstolo diz em sua carta O homem espiritual discerne todas as coisas” (1 Coríntios 2:15,16 ... Isso nos ensina que temos tido muitos cantores carnais mais do que espirituais, ou cantores não transformados porque não foram salvos ainda. Salvos de suas ignorâncias, salvos de suas avarezas, salvos de suas ideologias torpes e salvos de sua falta de discernimento entre o que é TER e SER.

TER tem a ver com posse e SER tem a ver com perdas, no que tange o Reino de DEUS! Eu só posso ser se perder a minha vida pra Ele, nosso PAI. Logo, ao perder a minha vida para minhas vontades e desejos mais sombrios de auto-afirmação, passo a TER! TER vida eterna, TER uma vida relevante aqui na terra. Só assim o TER faz sentido. Quando o SER espiritual predomina sobre o natural.

Isso é transformação! Isso é ser salvo! O transformado e salvo não busca a glória e a auto-satisfação, ele busca, leva, faz, gera, prega, vive e morre para a glória do Senhor! O transformado e salvo está sempre em processo de REFORMA e não se acomoda em apenas TER!


Shalom,

Pb. Everson Tavares
Servo do Ministério de Música Geração Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário